CULTURA, CIENCIA, DIVULGACIóN
31 meneos
264 clics

Lengua madre sólo hay una – Nueva campaña de la RAE

Pues, me ha encantado la campaña de la Real Academia Española “Lengua madre sólo hay una”, ¡y eso que soy profesora de inglés! Gracias a Natalia por compartir buenas ideas! Si no la habéis visto, ha llegado la hora.

| etiquetas: castellano , anglicismos , rae
26 5 2 K 150
26 5 2 K 150
El Latín... siguiente campaña de la RAE :troll:
#1 Latín vulgar es la madre de la madre española xD!
#10 Soy más de seres mitológicos Escandinavos, mira que dejarse preñar por una paloma, si al menos fuese un palomo :troll:
#10 Creo que este es mejor ejemplo de cómo sonaba el latín clásico en la Roma imperial. www.youtube.com/watch?v=6_IPqniaZR0&list=PL7gF58tfVg8TFzmCLl2EwbfA
La verdad que es que la Lengua Española es maravillosa, ahora me he propuesto no decir anglicismos, se lleva bien y no pareces gilipollas. Me acuerdo que cuando teníamos 17 años fuimos a una pensión en Brujas, y compartíamos habitación con un inglés, se quedaba mirando cuando hablabamos entre nosotros y nos decía, 'me encanta oir a los españoles hablar, tenéis una de los idiomas más bonitos'
#2 Se nota que no te han susurrado en Francés al oído :troll:
#5 el francés, a mi parecer, me encanta si viene de una mujer, en cambio de un hombre, bastante menos.
#5 Hombre, es que donde esté un buen francés que se quite el español
#20 Jo soc català però he de dir-te que no estic gens d'acord amb el que dius.
La llengua castellana es prou rica i la parla un munt de gent i per tant s'ha de defensar.
Cada llengua té les seves característiques tan fonètiques com lèxiques i no per això ha d'esser pitjor o millor.

Igual que defenso el català, es clar
#24 Ego credidi quia tu es conscius stultas dicens. Lingua praestet Castiliae putas? Qua ratione quid pulchrius? Qua ratione studiorum vestrorum? An quia tantum politica opiniones? Videlicet quia ex desiderio "patria Lolli?" Latine loqui variis generibus et tibi nihil.
#41 Tu estás a falar de questões fonéticas e linguísticas? Não meu caro, tu estás a falar de gostos pessoais, no caso de houver razoamentos bons ou de superioridade racial. Não há criterios fónicos nem linguisticos (A fonética é mais uma parte da linguística) para dizer que uma língua é superior ou mais bela a outra, nem que uma seja muito melhor que outra. Nem mesmo que existam línguas e dialetos.

Se vais falar, fá-lo de coisas que saibas. Não venhas cá a mostrar o teu desconhecimento nem querer trollear. Que idade tens menino? 15?
#24 Un idioma con semejante número de hablantes nativos, ¿pobre fonéticamente?, no será que no conoces bien el español o confundes Fonética con Fonología.
#48 Si te digo que en español se da el sonido [v], que el sonido *[ʎ] se conserva en el español andino que en español peninsular el fonema /e/ como mínimo puede tener los alófonos [e], [e̞] o [ɛ];.../... una persona que me habla de "vocals i fonemes" y me diga que "confonc fonètica, fonologia" Aquila non capit muscas
"fan més mal al món els ignorants que no pas els malvats"
#20 #23 Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed eiusmod tempor incidunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquid ex ea commodi consequat. Quis aute iure reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint obcaecat cupiditat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.
My mother language is Spanish.

#20 Everything you wrote is subjective.
#29 Every you say is subjective. What the hell is natural flow of breath? Are you really saying that people when speak in Spanish they do in a non natural way? And you believe that that is not utterly subjective?
#29 Dann sollte der Deutsche sprache aussehen dich wie die haslicher Sprache in der Welt ... Wieviele Unsinn mussen wir jeden Tag gelesen?
#20 ojalá tuvieras un meneame.cat para escribir en tus lenguas minoritarias que no hablan ni la mitad de catalanes a diario.

Tienes un idioma de chiste.
#30 Problema? A orgigem das línguas é um problema? ha ha ha ha O castelhano é um dialeto do astur-leones???? :shit: Por favor deverias falar só daquelas coisas que conheças, porque se não ficas como um simples puto que fala parvoices.

Estou à espera de que faças uma lista com todas as línguas do mundo e que estejam definidas segundo o nível de "dureza"... Realmente és consciente das parvoices que estás a dizer ou a tua intenção é somente trollear seja onde for?
#42 hahahahhhaa Podes continuar com as parvoices e a mostrar claramente num foro público que uma das duas: És un troll (mau) o és um ignorante que vens cá a dar lições de coisas das que não tens ideia nenhuma. Na minha opinião: simplesmente és um desses que se acha superior aos outros e que se orgulha duma cultura que tem simplesmente por ter nascido nela e sem ter feito mais nada. Queres pensar que a tua língua/cultura/raça/nação é superior ao resto? Faz como quiseres, mas não tentes dar uma…   » ver todo el comentario
#51 Estás a falar merdas. Cita um só estudo, uma só lista das linguas mais "belas" ou as menos "poéticas". À serio tens de fazê-lo mirar, não é só que estejas cheio de ódio ao espanhol e que não sejas mais do que uma criança parva é que estás a fazer o ridículo. I won't feed the troll.
#56 I dont feed the troll.
#58 Não o que tu chamas "agumentos" são só gostos pessoais temperados com razismo, clasismo e superioridade. Se calhar quando cresceres ou viajares vais ver as coisas do aveso.

Em espanhol há 12 vogais e sons especiais que existem em muitas poucas línguas como por exemplo os sons: [ʎ] y /θ/, aliás de /ð/ y /z/ y /v/ em ocasiões. Se vais falar de fonética, deverias aprender alguma coisa no que diz a isso. Eu sou filógolo. Que és tu? Um catalão que oideia tudo o que seja "espanhol" e que acha que a sua região e a sua língua é superior às outras? Já te disse que esse discurso era mais próprio de Berlim anos 30.

Nenhuma língua é superior a outra, nenhuma. E os dialetos não existem.
#61 Eu sou anticatalão? kakakakakakakakakakakakakakaka sim claro, todo aquele que não aceite a tua forma de pensar, de agir e de odia é anti-catalão kakakakakakakakakakakakakakaka

Argumentos científicos? kakakakakakakakaka és muito engraçado meu puto! kakakakakaka

À serio que idade tens? 14 ou 15 anos? kakakakakakakaka
#67 Peru dagalinu, de ondi sacas que yo seya nacionalista de cosa nenguna? Velai l'abonda questión convoscu.

Vocês costumam dividir o mundo entre os que estão comigo e os que estão contra mim. E pensam que tudo é nacionalismo, porque não são capazes de ver mais além. Eu não sou nacionalista, falo 6 línguas, tenho vivido en vários países durante bastante tempo. E reconheço as coisas más que tem o pedaço de terra onde nasci, mas tamém as vantagens dela que me permeteram ser quem sou. Tenho…   » ver todo el comentario
#69 Não meu caro, tu não falas em momento nenhum de filologia. Repito-te que não há criterio nenhum em lingüística para dizer que uma lengua é mais bonita que outra, e menos ainda porque tenha uns sons ou outros. Tu estás manter esses "arguementos" porque achas que a tua é superior às outras em geral e ao espanhol em particular. Estas a desprezar o espanhol e isso é uma questão nacionalista não linguística ou filológica. Eu sou filologo e sei do que estou a falar. E tu que és?

A tu a…   » ver todo el comentario
#71 Se para ti "pensar com objetividade" é dizer que uma língua é mais feia que outra porque tem dois sons dos que não gostas, devo dizer-te que não acredito que estejas a falar à sério. Também não é "pensar com objetividade" dizer que falar uma língua seja como cospir, e ainda menos dizer isso de duas das línguas mais faladas do mundo. É simplesmente querer insultar ou chamar por nomes.

Nem a tua língua nem a tua cultura são superiores, nem mais bonitas ao resto, mas…   » ver todo el comentario
#73 Isso é a tua opinião. Conheço montes de pessoas que pensam o avesso. Não me importo como soa a tua língua. As línguas devem servir para comunicar, porém tu gostas de ussá-as para levantar barreiras. Que sentido faz? E aliás, estas a fazer crescer a tua língua deste jeito? Consegues o efeio contrário. Faz como quiseres.
#75 kakakakakakakakakaka não estou a falar galego. Falo uma das 5 línguas da minha região. kakakakakakaka Não sabes diferençar línguas e dizes que a tua é mais bonita do que o resto? kakakakakaakaka Que engraçado és!

Repito-te, as línguas estão para comunicar, não para levantar barreiras entre pessoas e o que gostas de fazer, utilizar a língua como uma arma, não como uma ponte. Porquê o ataque ad hominem?
#77 kakakakakakaka claro que fazes barreiras com a língua! Serve-te para pensar (só pensar, porque a realidade é be diferente) que és superior ao resto e menino, não es kakakakakakaka Se calhar eu ainda não percebi que estamos no século XXI, mas tu ficaste no XIX e muito sinto que nem sabes o que isso quer dizer poruqe ainda não estudaste o romanticismo e a criação nacional atual.

kakakakakakakakaka galego kakakakakakakakakaka
#79 Eu mentiroso?? kakakakakaka posso ser muitas coisas mas nunca, nunca minto e também nunca digo nomes aos outros, mesmo que não tenha argumentos para os rebatir. Tu serias capaz de fazer a mesma coisa? Tenta-o!

Eu sei que falas sempre catalão, mesmo que seja um foro em espanhol e que as pessoas te digam que não é apropriado, pelo que eu te disse: ussas a língua como uma arma, para agredir aos outros. Se queres falar cataão há um MNM em catalão, porque o fazes aqui? porque não queres comunicar, só agredir ao outros.

Ainda estás com a sonoridade? Não meu caro, tua língua só é uma língua mais das 6 mil que há. Nem a mais bonita, nem a mais feia, porque nenhuma o é, nem nada, só uma língua, mais nada.
#81 kakakakaka mais um insulto. Se queres pensar que quem haja quem te diga que estás a ser desrepeitoso com os outros é não ter valores democráticos... kakakaka faz o que quiseres, já vem de fábrica com essa atitude de criança. Simplesmente és malfeitiu. A atitude é reles queiras quer não, não faz mal que eu não me importo com isso.

É o mesmo lengalenga de todas as vezes: primeiro é dizer que o outro está a dizer mentiras e depois é preciso dessenterrar a Franco. Não achas curioso? Eu sim, muito. Tão cedo ficaste sem razões?
#83 Eu tento impor o espanhol? kakakaka que dizes menino? Quando disse eu que tens tu que falar ou que não? kakakakakakakaka é incrível como sempre sempre sempre vocês fazem e dizem o mesmo lengalenga.

Aqui o único que tem insultado aos outros és tú, que me tens chamado de fascista e franquista simplesmente porque não concordo contigo.

O único discurso seudo-filologico é o teu. Eu sou filólogo em duas línguas. Tu es...? Tu és alquém que quer impor o seu ponto de vista ao resto e a falar de…   » ver todo el comentario
#85 Podes levar adiante isso e continuar a chamar de fascista a todo aquele que não concorde contigo. Realmente és incrível como vocês insultam a todos os que não vos dão a razão e vos criticam kakakakakakaka engraçado. Por muito que insultes e grites não vais ter mais razões.

Sei perfeitamente que Espanha (Isso de Estado Espanhol é um neologismo que não existe. Existe Espanha ou o Reino de Espanha, queiras quer não) é um estado plurinacional e plurilinguístico. Tanto o sei que falo várias…   » ver todo el comentario
#87 O nome oficial de Espanha é Reino de España, se tu queres dizer e crer que não existe estás à vontade, mas negar a realidade não vai fazer com que esta mude.

Sobre Franco e o Catalão: mais uma vez estás a gritar, insultar e mentir. Ja te pus no outro post algumas provas de que o catalão não estava proibido, se até em 1944 já se estudava na Universidade de Granada...1944 nada de 1960. 16 anos antes. Espanha entrou na ONU em 1955, não nos anos 60. Era bom que estudases mais história, não…   » ver todo el comentario
#89 kakakakakakakakakakakakakakaka é fantástico comprobar como vivem vocês num mundo completmente irreal. Eu não quero que deixes de falar a tua lingua. Quando te disse que não o faças? Falar uma lingua num fourum quando o resto das pessoas que lá estão não a falam é de uma má educação e de uma sobérbia épica, mas és espanhol e como bom espanhol não aceitas que ninguém te diga o que tens de fazer. Faltaria mais!!! Quem são os outros para dizer-te a ti nada?? Tipico dos espanhóis.

Aliás é…   » ver todo el comentario
#61 Eris mu changarrinu tu. Me jadis de reyil abondu. Puedis sigil? Que los tus comentarius jadin con que ogañu MNM seya entreteniu abondu! El dagal changarrinu.
#62 Não, não sei nada de filologia, por isso tenho duas filogias e um mestrado :-)
#58 I non te agines dagal, que jambrinu nu me vais vel, ni jalamío tampocu.
#42 Todas las argumentaciones que te he leído en este hilo, aunque fueran verdad, se quedan en simple pataleta provinciana en cuanto tu interlocutor no sea peninsular. De verdad crees que un argentino, por ejemplo, tiene un habla fonéticamente pobre o dura.?
#45 No te esfuerces en buscar en su respuesta un argumento lógico, porque no lo tiene. Él parte de dos premisas que sabe falsas: Mi lengua (Variante también del latín) es superior a la vuesta y todos los hablantes de español hablan igual.

¿Por qué piensa que su lengua es superior? Por que se cree superior a los demás españoles. Ése es el motivo del nacionalismo. Ninguna lengua es supeior a otra en términos lingüísticos, ninguna es mejor que otra. Todas sirven para comunicarse y todas…   » ver todo el comentario
#2 ¿dices cederrón?
#27 ¿vienes del pasado? xD
#2 Está difícil no usar anglicismos, calculo que son el 1 o 2% del vocabulario cotidiano. Me refiero a aquellos que no tienen alternativa viable de origen latino. Por ejemplo, "airbag" (¿bolsa de aire?), "bar", "bus" y sus derivados, "champú" (¿jabón para el pelo?), "cheque", "chip", "club", "escáner", "gel", "gol", "iceberg" (¿témpano de hielo flotante?), "internet" (¿red…   » ver todo el comentario
#33 En realidad champú viene del sánscrito e iceberg del islandés, pronunciado en español como se escribe y no en inglés (aisberg :shit: ), como hacen ahora los horteras.
#36 Ambos entraron al castellano a través del inglés. Lo que dices es como considerar que la palabra inglesa "tomato" no tiene origen español o que "siacleid" (la palabra irlandesa para chocolate) no tiene origen inglés.

Lo que dices sobre iceberg puede ser cierto en España, pero en América no es tradicional decir "íceber(g)", se dice "áisber(g)".

PS: Entiendo que en islandés "hielo" se dice "ís" (¿eys?, ¿is?), así que forzosamente tiene que haber pasado por el inglés.
Estoy de acuerdo con la idea, pero la campaña es estúpida, estás reconociendo abiertamente que el inglés es tan bueno que te permite vender cualquier mierda, y que como publicista, lo último que deberías hacer es usar el castellano.

PD: Por contrastar recuerdo hace unos años que por Alemania los carteles de Ron Bacardí estaban en castellano. (Pura vida con Bacardí o algo parecido)
¿Y el padre se sabe quien es?
Me niego a llamar maquinario y programario al hardware y el software. Se me hace la lengua un nudo. Los idiomas evolucionan. Nosotros añadimos anglicismos y el inglés a su vez ha crecido a base de sajón, bretón, francés, anglo y otras lenguas.
Lengua, madre, ¿sólo hay una?
#11 De los mismos de "Madre solo hay una y a ti te encontré en la calle"
Me ha gustado mucho el anuncio. Y estoy totalmente de acuerdo con la idea.
Corro a compartirlo
Pues yo tengo una lengua materna (catalán) y una lengua paterna (español)

(mi mujer está encantada, btw :troll: )
Lo cierto es que en inglés tienen mucha facilidad para crear palabras nuevas que no he sabido ver en otras lenguas como el español. Un agujero negro no es una palabra, son dos, mientras que los ingleses a un "hole that is black" lo llaman "blackhole" y se quedan tan anchos, palabra nueva. A una "storm made of sand" la llaman "sandstorm" y tan contentos. A algo reciente como una cadena de bloques, que en inglés es a "a chain of blocks" lo llaman…   » ver todo el comentario
La RAE y sus académicas estupideces. Lengua materna hay una o dos. Y mi lengua materna es el castellano, pero no necesariamente como lo que ellos dicen que es el castellano. Por otra parte, la RAE no tienen nada contra los extranjerismos, solo odian los extranjerismos que no han puesto en su diccionario.

También son extranjerismos azul, pantalón, aguacate, tenis, soprano, tiburón, puma, té... y unos 20000 más. ¿Qué los diferencia? El tiempo dirán algunos. No los diferencia nada, con excepción de la ortografía adaptada. Y ya podrían haberse adaptado varios de los incorporados a la lengua si las academias tuvieran buenos reflejos. Por ejemplo, "internet" entró a su diccionario como 15 años después de tenerlo en línea.
Che, mina, mirá que no respondiste a mi pregunta y te atrevés a darme cana.

Premio especial para la nena. Si miras un poco en mi perfil igual te das cuenta del ridículo que acabas de protagonizar.
comentarios cerrados

menéame